Obesidade Infantil: Sintomas, Tratamentos e Causas

A obesidade infantil é uma condição que afeta milhares de crianças em todo o mundo atualmente. A má alimentação associada a outros hábitos nocivos à saúde estão tornando os casos cada vez mais comuns.

Entender os sintomas, conhecer as causas e descobrir os tratamentos é a forma correta de solucionar os casos de crianças obesas. A obesidade não se trata de uma questão estética, mas sim de saúde.

Obesidade Infantil

Obesidade Infantil

Caracteriza-se como obesidade o acúmulo de gordura no corpo. Pode ser motivado por uma alimentação errada, com um consumo excessivo de calorias que não serão gastas até o fim do dia.

Nas crianças, é detectado a partir do momento em que o peso é maior do que o ideal considerado a idade e altura da pessoa. Dados do IBGE afirmam que uma em cada três crianças brasileiras enquadram-se em um caso de obesidade.

Causas

Há duas principais causas para o desenvolvimento da obesidade infantil. São elas:

  • Sedentarismo: é necessário movimentar-se para realizar a queima das calorias consumidas. Com o advento dos jogos digitais, as crianças estão com hábitos cada vez mais sedentários. A ausência de práticas físicas é uma das grandes causadoras desses quadros.
  • Má alimentação: durante a infância o ser humano está em processo de desenvolvimento, portanto, precisa de vitaminas e nutrientes. Ter uma alimentação balanceada e saudável pode garantir que esteja tudo em ordem com sua saúde. Evitar exageros, frituras e doces é o passo inicial para quem deseja livrar-se da obesidade.

Devemos considerar ainda que há crianças que enfrentam fatores de risco, como problemas genéticos, um estilo de vida familiar que não seja saudável, além de outras doenças que podem afetar sua saúde e consequentemente desenvolver casos de obesidade infantil.

Sintomas

É visível quando uma criança está enfrentando um caso de obesidade, principalmente por um peso mais elevado do que o esperado. Ela não se manifesta como outras doenças, como a gripe.

A obesidade infantil proporciona dores no corpo, deixa a criança mais cansada, com um suor excessivo e mais sedentária, visto que possui uma limitação de movimentos maior que outras pessoas de sua idade.

Tratamento

Cada caso de obesidade infantil é analisado separadamente. É necessário que consulte um médico e que seja um especialista, como um endócrino ou nutricionista. Eles serão capazes de indicar o que deve ser feito.

De modo geral, após a realização dos exames iniciais, a criança deverá passar por uma mudança de hábitos, a começar pela alimentação. Com um plano alimentar, ela comerá a quantia de calorias necessárias para o bom funcionamento de seu corpo.

Também será adicionado em sua rotina atividades físicas, que potencializam os resultados e proporcionam mais qualidade de vida para a criança. É claro que esses são tratamentos gerais, mas que variam de pessoa para pessoa.

Devemos considerar o quadro clínico como um todo, se a criança possui ou não fatores genéticos influenciando no caso, se há outras doenças. Só com a análise completa é possível diagnosticar o melhor modo de solucionar a obesidade infantil.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *